CAIO

caio_03.jpg

FREIXO

Nada de futebol, carrinhos, brincadeiras com outras crianças. Desde pequeno, meu maior prazer sempre foi criar. Minha felicidade se resumia em desenhar, pintar, misturar materiais em busca de algo novo.

Era assim que eu via o mundo.

Era assim que eu me expressava.

A faculdade de design gráfico veio

por conta dessa paixão. E na vontade de deixar o artista dentro de mim falar mais alto, experimentei um pouco de tudo. Escultura, desenho realista, tinta acrílica, tinta spray, madeira, ferro, giz, fotografia, design gráfico, photoshop, ilustrador. Somado a isso, uma mente inquieta. Pensamentos acelerados, dispersos, foco em milhares de coisas. Em 2018, quase aos 40 anos, a resposta: TDAH com nível ALTO (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade Cerebral)

CAIO

FREIXO

caio_02.jpg

Melhor ainda foi poder dar um significado positivo a essas letras maiúsculas.

 

Toda minha experiência e todas as minhas vivências podem, sim, dividir o mesmo espaço. Cidades por onde passei, fotografias, cores, formas..

Juntar tudo e misturar.

À princípio, muito confuso e desorganizado. Mas, com calma, as imagens vão deixando de ser complicadas, os pensamentos vão fazendo sentido. 

O que eu fiz a vida inteira.

É assim que eu vejo o mundo.

É assim que eu me expresso.